12 de dez de 2011

Doce presença!

Contrastando com o acesso limitado a Deus que os israelitas tinham, Cristo ao dar sua vida por nós, como único e suficiente sacrifício, rasgou o véu que nos separava de Deus e nos abriu caminho para o trono da graça e a presença do Pai. Portanto nos basta agora chegarmos a presença de Deus  em oração e com muita gratidão, pois Ele nos livrou dos formalismos da lei e nos garantiu a vida eterna.
A fé e a nossa aproximação a Deus através de Jesus, são inseparáveis. A definição de fé é nos achegarmos sinceramente a Deus crendo na sua bondade. Ao nos achegarmos a Deus mediante Cristo, achamos misericórdia, graça, ajuda, salvação, santificação e purificação.
O dia da volta de Jesus para nos buscar está se aproximando. Até que este dia chegue, enfrentaremos muitas provações espirituais e muitas falsificações doutrinárias. Devemos congregar regularmente e nos encorajarmos mutuamente, olhando para os heróis da fé, que nos servem de exemplo e não desistir dessa caminhada que nos levará ao céu.

Estar na presença de Deus é um privilégio para nós. Muitas pessoas tem tido dificuldades para desfrutar dessa doce presença continuamente, por serem tímidos e não reconhecerem ou não entenderem o sacrifício de Jesus na cruz. Essas pessoas ainda não encontraram a sua identidade em Cristo. Estão presas ao natural, preocupadas somente com coisas materiais, esquecendo das que são eternas.
É imperativo que se deixe tudo nas mãos do Senhor para que ele possa nos tratar. Lancemos nossos problemas e ansiedades sobre o Senhor, pois ele cuida de nós.

Conclusão:

a)      Muitos ainda estão presos porque tem dificuldade em deixar o velho homem e morrer para a velha natureza de pecado. Devemos renunciar este pecado e entrar na presença de Deus.
b)  Viva na dependência de Deus entregando tudo a ele, buscando-o de todo o coração, assim desfrutará da sua doce presença e será cheio do seu Espírito.

Quero saber sua opinião! Concorde, discorde, comente!