22 de out de 2012

Como somos conhecidos hoje?




Por Fábio Della Pasqua

Vivei, acima de tudo, por modo digno do evangelho de Cristo, para que, ou indo ver-vos, ou estando ausente, ouça, no tocante a vós outros, que estais firmes em um só espírito, como uma só alma, lutando juntos pela fé evangélica. (Filipenses 1:27)
 
No versículo acima o apóstolo  Paulo escreve aos irmãos de Tessalônica:

“ Vivei, acima de tudo, por modo digno do evangelho de Cristo.”

Mas como se vive de um modo digno do evangelho de Cristo?

 Viver de modo digno é ser uma pessoa que, se for acusada por alguém que não nos conhece, este sinta vergonha da sua acusação quando passar a nos conhecer e descobrir que estava errado a nosso respeito.

John Mason aconselha: “Viva de maneira que seus amigos possam defendê-lo, mas nunca precisem chegar a fazer isso.”

Viver de modo digno é viver como viviam os nossos irmãos da igreja primitiva que davam sinais claros em suas vidas do compromisso que tinham com Jesus Cristo, vivendo em comunidade, contavam com a simpatia de todo o povo, e como conseqüência disso, acrescentava-lhes o Senhor dia a dia os que iam sendo salvos. (Atos 2:47)

R. Browne ensina: “Tudo o que Deus faz em sua vida não é para que você guarde para si mesmo, mas para que reparta com os outros.”


Conclusão:

A vida desses irmãos mostrava o que Jesus disse que seria a marca dos seus discípulos: o amor.
Era isso que atraía as pessoas para que se juntassem a eles querendo fazer parte da comunidade.
Como somos conhecidos hoje?
A nossa vida tem motivado e atraído pessoas que nos conhecem para Jesus Cristo?